Dr.-Marina-Maldaner-Tratamento-PT.jpg

Confira o relato de caso de remoção de tatuagem

[ad_1]

Acaba de sair mais um MyPractice.

É comum o uso de uma tatuagem para “esconder” cicatrizes, porém, essa pratica nem sempre causa um resultado estético desejável. No caso descrito a paciente trouxe a insatisfação e pediu a remoção da tatuagem feita sobre a cicatriz.

Então confira o que a dermatologista Dra. Marina Maldaner @dramarinamaldaner compartilhou no relato, o tratamento de remoção de tatuagem, utilizando a plataforma ETHEREA-MX® com os handpieces ACROMA-QS® e DualMode®.

Acesse AQUI e leia relato completo, com a descrição em detalhes e os parâmetros usados ao longo do tratamento. Veja também no site do My Practice mais de 40 diferentes casos com resultados de qualidade, todos feitos com as tecnologias VYDENCE® Medical.

Compartilhe este conteúdo. E se precisar, é só entrar em contato conosco.



[ad_2]
Source link

VYDENCE® | A maior empresa do Brasil em equipamentos destinados à estética médica com enfoque em dermatologia, cirurgia vascular e cirurgia plástica.

Esses produtos e/ou suas indicações de tratamento declaradas aqui descritas podem não estar disponíveis em todos os territórios/países.
Por favor, entre em contato com a VYDENCE® para qualquer dúvida sobre este assunto. A VYDENCE® reserva-se o direito de não vender este produto em territórios/países onde não tenha distribuição autorizada e/ou autorização de comercialização pelas autoridades competentes relevantes.

Slide1-1.jpg

Alopecia: saiba como tratar a perda anormal de cabelos e pelos

[ad_1]

A edição 2022 do Oscar será lembrada como a volta da cerimônia 100% presencial, após o necessário distanciamento provocado pela COVID-19. Mas, não apenas por isso. Neste ano, também ganhou destaque a polêmica entre os atores Will Smith e Chris Rock.

Na ocasião, o comediante fez piada com Jada Pinkett Smith, referindo-se às consequências da alopecia que afeta a atriz. Ela optou por participar do evento com a cabeça raspada. Revoltado com o comentário sobre sua esposa, Will Smith desferiu um tapa no rosto de Chris Rock.

O episódio foi discutido sob os mais diferentes aspectos. Além de trazer à tona um assunto que não é comumente abordado pela mídia: a alopecia, que provoca perda anormal de cabelos e pelos tanto em mulheres como em homens.

E você, já ouviu falar sobre esse distúrbio? Conhece alguém que sofre com ele? A seguir, esclarecemos os principais aspectos da alopecia e abordamos uma alternativa de tratamento bastante promissora: a tecnologia laser.

Fique com a gente!

O que é alopecia, afinal?

Como já dissemos, a alopecia é caracterizada pela perda de cabelos e pelos, em qualquer parte do corpo. O tipo mais comum é o que leva à calvície.

Nesse sentido, há diversas causas para o distúrbio, que pode ser transitório ou definitivo:

– Estresse.

– Hereditariedade.

– Problemas na tireoide.

– Desequilíbrio hormonal.

– Oleosidade em excesso.

– Traumas na região afetada.

– Reação adversa a medicamentos.

– Infecções causadas por fungos ou bactérias.

– Alimentação deficiente, com falta de vitaminas.

– Produtos de beleza que agridem o couro cabeludo.

– Efeito colateral de tratamentos, como quimioterapia.

Conheça os tipos de alopecia

> Alopecia androgenética

Trata-se do tipo mais comum. Ao passo que pode ter início na adolescência, sendo mais aparente entre 40 e 50 anos. Os cabelos ficam ralos e, com o tempo, crescem as falhas.

> Alopecia areata

Doença autoimune que causa falhas em formato arredondado em diferentes locais, como barba, cílios e sobrancelhas, além do couro cabeludo.

> Alopecia cicatricial

Causada por inflamações que danificam os folículos capilares. O crescimento de tecido cicatricial impede a produção de novos fios de cabelo.

> Alopecia frontal fibrosante

Atinge mulheres que estão no período pós-menopausa, com um padrão de recuo da linha do cabelo. Ademais, causa perda de pelos em axilas e sobrancelhas e manchas no rosto.

> Alopecia por tração

É resultado de procedimentos estéticos que forçam demais a raiz do cabelo. Como, por exemplo, tranças e rabos de cavalo.

> Eflúvio telógeno

Enfim, o tipo de alopecia que pode ser causado por desequilíbrio da tireoide, parto, cirurgia ou deficiência de vitaminas ou minerais.

É possível prevenir a alopecia?

Não é possível prevenir a alopecia, sobretudo nos casos em que há fatores genéticos envolvidos, porem há excelentes opções de tratamento para controla-la. Por isso, quando se percebe que há uma queda anormal de cabelo ou pelos, é importante procurar por um dermatologista.

Cabe ressaltar que mesmo pessoas que não têm histórico de alopecia na família devem tomar cuidados para evitar problemas, em qualquer faixa etária.

Confira nossas dicas:

– Alimente-se bem, com equilíbrio e variedade.

– Mantenha o corpo hidratado.

– Pratique atividades físicas regulares.

– Fique longe do cigarro e das bebidas alcoólicas.

– Procure não consumir alimentos fritos, gordurosos e ultraprocessados.

– Verifique se os índices de minerais, proteínas e vitaminas estão adequados.

Por último, não se esqueça de cuidar da mente: combata o estresse.

Saiba quais são os tratamentos para alopecia

Quando se fala em perda anormal de cabelos e pelos, diagnóstico precoce e tratamento correto fazem toda a diferença.

Então, ao perceber sintomas relacionados a alopecia, não tenha dúvidas. Como já mencionamos, procure por um especialista.

Caso a alopecia seja confirmada, o profissional médico indicará o tratamento mais adequado. Dentre as opções disponíveis, temos:

– Soluções de Minoxidil.

– Suplementação nutricional.

– Derivados da cortisona nos locais afetados.

– Antibióticos e outros medicamentos específicos.

– Cremes que contêm antralina ou corticosteroides.

Tecnologia laser: uma boa alternativa de tratamento

Segundo estudos, mais de 42 milhões de brasileiros sofrem com a calvície. Além dos impactos negativos à estética, esse problema está diretamente relacionado à saúde e à autoestima.

A boa notícia é que há novas tecnologias de tratamento para pessoas afetadas pela alopecia. Entre elas, está o LASER, que tem apresentado notável eficiência. Aproveita e veja esse relato de caso com antes e depois para calvície no My Practice.

Acima de tudo, essa tecnologia é uma indicação de padrão ouro para quem tem histórico familiar de calvície ou de pouco cabelo. Portanto, se você tem alopecia, consulte um profissional capacitado e saiba em detalhes como o LASER pode ajudar no combate a esse distúrbio.

Outro fator decisivo para o sucesso do tratamento é a qualidade dos equipamentos utilizados nas sessões.

Informe-se sobre os itens desenvolvidos pela Vydence Medical, que tem em seu portfólio produtos de reconhecida excelência, como Etherea MX® e Zye®.

Compartilhe este conteúdo. E se precisar, é só entrar em contato conosco.



[ad_2]
Source link

Slide1-1.jpg

Alopecia: saiba como tratar a perda anormal de cabelos e pelos

[ad_1]

A edição 2022 do Oscar será lembrada como a volta da cerimônia 100% presencial, após o necessário distanciamento provocado pela COVID-19. Mas, não apenas por isso. Neste ano, também ganhou destaque a polêmica entre os atores Will Smith e Chris Rock.

Na ocasião, o comediante fez piada com Jada Pinkett Smith, referindo-se às consequências da alopecia que afeta a atriz. Ela optou por participar do evento com a cabeça raspada. Revoltado com o comentário sobre sua esposa, Will Smith desferiu um tapa no rosto de Chris Rock.

O episódio foi discutido sob os mais diferentes aspectos. Além de trazer à tona um assunto que não é comumente abordado pela mídia: a alopecia, que provoca perda anormal de cabelos e pelos tanto em mulheres como em homens.

E você, já ouviu falar sobre esse distúrbio? Conhece alguém que sofre com ele? A seguir, esclarecemos os principais aspectos da alopecia e abordamos uma alternativa de tratamento bastante promissora: a tecnologia laser.

Fique com a gente!

O que é alopecia, afinal?

Como já dissemos, a alopecia é caracterizada pela perda de cabelos e pelos, em qualquer parte do corpo. O tipo mais comum é o que leva à calvície.

Nesse sentido, há diversas causas para o distúrbio, que pode ser transitório ou definitivo:

– Estresse.

– Hereditariedade.

– Problemas na tireoide.

– Desequilíbrio hormonal.

– Oleosidade em excesso.

– Traumas na região afetada.

– Reação adversa a medicamentos.

– Infecções causadas por fungos ou bactérias.

– Alimentação deficiente, com falta de vitaminas.

– Produtos de beleza que agridem o couro cabeludo.

– Efeito colateral de tratamentos, como quimioterapia.

Conheça os tipos de alopecia

> Alopecia androgenética

Trata-se do tipo mais comum. Ao passo que pode ter início na adolescência, sendo mais aparente entre 40 e 50 anos. Os cabelos ficam ralos e, com o tempo, crescem as falhas.

> Alopecia areata

Doença autoimune que causa falhas em formato arredondado em diferentes locais, como barba, cílios e sobrancelhas, além do couro cabeludo.

> Alopecia cicatricial

Causada por inflamações que danificam os folículos capilares. O crescimento de tecido cicatricial impede a produção de novos fios de cabelo.

> Alopecia frontal fibrosante

Atinge mulheres que estão no período pós-menopausa, com um padrão de recuo da linha do cabelo. Ademais, causa perda de pelos em axilas e sobrancelhas e manchas no rosto.

> Alopecia por tração

É resultado de procedimentos estéticos que forçam demais a raiz do cabelo. Como, por exemplo, tranças e rabos de cavalo.

> Eflúvio telógeno

Enfim, o tipo de alopecia que pode ser causado por desequilíbrio da tireoide, parto, cirurgia ou deficiência de vitaminas ou minerais.

É possível prevenir a alopecia?

Não é possível prevenir a alopecia, sobretudo nos casos em que há fatores genéticos envolvidos, porem há excelentes opções de tratamento para controla-la. Por isso, quando se percebe que há uma queda anormal de cabelo ou pelos, é importante procurar por um dermatologista.

Cabe ressaltar que mesmo pessoas que não têm histórico de alopecia na família devem tomar cuidados para evitar problemas, em qualquer faixa etária.

Confira nossas dicas:

– Alimente-se bem, com equilíbrio e variedade.

– Mantenha o corpo hidratado.

– Pratique atividades físicas regulares.

– Fique longe do cigarro e das bebidas alcoólicas.

– Procure não consumir alimentos fritos, gordurosos e ultraprocessados.

– Verifique se os índices de minerais, proteínas e vitaminas estão adequados.

Por último, não se esqueça de cuidar da mente: combata o estresse.

Saiba quais são os tratamentos para alopecia

Quando se fala em perda anormal de cabelos e pelos, diagnóstico precoce e tratamento correto fazem toda a diferença.

Então, ao perceber sintomas relacionados a alopecia, não tenha dúvidas. Como já mencionamos, procure por um especialista.

Caso a alopecia seja confirmada, o profissional médico indicará o tratamento mais adequado. Dentre as opções disponíveis, temos:

– Soluções de Minoxidil.

– Suplementação nutricional.

– Derivados da cortisona nos locais afetados.

– Antibióticos e outros medicamentos específicos.

– Cremes que contêm antralina ou corticosteroides.

Tecnologia laser: uma boa alternativa de tratamento

Segundo estudos, mais de 42 milhões de brasileiros sofrem com a calvície. Além dos impactos negativos à estética, esse problema está diretamente relacionado à saúde e à autoestima.

A boa notícia é que há novas tecnologias de tratamento para pessoas afetadas pela alopecia. Entre elas, está o LASER, que tem apresentado notável eficiência. Aproveita e veja esse relato de caso com antes e depois para calvície no My Practice.

Acima de tudo, essa tecnologia é uma indicação de padrão ouro para quem tem histórico familiar de calvície ou de pouco cabelo. Portanto, se você tem alopecia, consulte um profissional capacitado e saiba em detalhes como o LASER pode ajudar no combate a esse distúrbio.

Outro fator decisivo para o sucesso do tratamento é a qualidade dos equipamentos utilizados nas sessões.

Informe-se sobre os itens desenvolvidos pela Vydence Medical, que tem em seu portfólio produtos de reconhecida excelência, como Etherea MX® e Zye®.

Compartilhe este conteúdo. E se precisar, é só entrar em contato conosco.



[ad_2]
Source link

VYDENCE® | A maior empresa do Brasil em equipamentos destinados à estética médica com enfoque em dermatologia, cirurgia vascular e cirurgia plástica.

Esses produtos e/ou suas indicações de tratamento declaradas aqui descritas podem não estar disponíveis em todos os territórios/países.
Por favor, entre em contato com a VYDENCE® para qualquer dúvida sobre este assunto. A VYDENCE® reserva-se o direito de não vender este produto em territórios/países onde não tenha distribuição autorizada e/ou autorização de comercialização pelas autoridades competentes relevantes.